terça-feira, 14 de maio de 2019

CEMITÉRIO MALDITO EU ASSISTI E O QUE FOI ISSO?

Assisti ao remake de Cemitério Maldito de Stephen King e sinceramente que filme foi esse com vários altos e baixos e com um final... bem se ficou curioso confira a matéria sem spoilers.

Neste mês de Maio temos vários filmes para estréia e um deles que fui conferir foi o remake de Cemitério Maldito, sendo sincero não li o livro e já faz um bom que vi o filme antigo de 1989, mas claro há cenas no filme que são inesquecíveis, mas falarei do novo claro, então vamos lá.

Bem assim como remake de IT que também é baseado nas obras de Stephen King achei que Cemitério Maldito seria no mínimo incomodo assim como IT, ou que o terror, suspense ou ambientação fossem mais pesados que seu antecessor, mas aconteceu que algumas poucas partes superaram o antigo filme o que achei que o novo filme foi mais feito para nova geração de hoje que espera os grandes jump scares o que nesse filme teve vários, mas que são de se prever quando irão acontecer.

O bom deste filme foi que a história inicial foi boa e se aprofundou um pouco mais mostrando mais dos inquilinos da família como seus medos e utilizando isso contra eles, há partes do filme que são sombrias, porém tomam uma dimensão que em um trecho parece não ser nem mais essa dimensão e sim uma outra encontrada pelo pai da família junto a seu vizinho, Church o gato neste filme serve como uma espécie de portador do mal, mas não causa grande impressão ou um grande medo e sim faz com que a família ou o pai pense no que fez ou o que pode ter acontecido, destaco também a aparência do gato que diferente do filme antigo, este tem uma aparência meio distorcida como se acabasse de sair de um acidente.



O filme é lento em algumas partes iniciais, mas nas partes que você deseja que se arraste para você
sentir medo ele se torna rápido demais parecendo bem curto e com um terror que aparenta ser resumido, há algumas partes que te deixam sufocado pelo suspense e isso achei bom e dou os parabéns ao ator Jason Clarke (Louis Creed) pela sua atuação de insanidade ou perda de lógica, para a atriz Amy Seimetz (Rachel Creed) pelo seu espanto com acontecer das ocorrências e claro para atriz mirim Jeté Laurence (Ellie Creed) por incorporar a garotinha que volta dos mortos e volta com tudo mesmo.

Bem o filme não bateu minha expectativas que eram nota 9 para cima mas ficou mesmo em 7 o que achei uma pena e com um final que fiquei: "O que? É isso?" e o que esse filme me proporcionou foi vontade de rever o antigo para saber se aquelas mudanças realmente aconteceram ou não me lembrava muito bem do filme, se você é como eu que conferiu o filme de 1989 e agora assistiu ou vai assistir a este remake, sua dúvida final será e o livro, como será? bem aí meu amigo ou minha amiga só conferindo mesmo para saber.








O filme não é ruim mas você sai da sala de cinema com a sensação de "É isso? sério?" e depois de pensar um pouco percebe que o filme deixou algo a desejar, mesmo que você não tenha assistido ao filme de 1989, mas você percebe que falta algo, eu gosto das histórias de Stephen por começarem praticamente no meio da história, viajarem bastante e te deixar pensando depois e só depois de um bom tempo se perguntar como aquilo aconteceu mas neste filme você tem um ponto de partida mas o que era para ser um começo no meio, acaba de tornando um fim no meio, sei que pode não fazer sentido mas quem ler ou ver outros filmes baseados nas histórias de Stephen King vai entender.

Bom claro não deixem de conferir o filme, está é minha opinião, mas como todos sabem opinião cada um constrói a sua e se você gosta de filmes de terror não vai deixar de conferir assim como eu fiz e claro criar sua própria opinião, um bom filme a você e não perca os detalhes e se você ainda não viu o filme de 1989, aconselho a você assistir ok.







Nenhum comentário:

Postar um comentário