segunda-feira, 24 de junho de 2019

TOY STORY 4, EU ASSISTI... E VAI TE FAZER PENSAR

Bem neste final de semana corri para o cinema para claro conferir este mais novo filme da franquia Toy Story e posso adiantar que é uma animação mais para adultos do que crianças, entenda.

Claro antes de começar já aviso que não haverá spoilers, então pode ficar tranquilo ok, o filme se inicia com um flash back contando uma dúvida que todos tínhamos no filme anterior e depois sim parte para a atualidade, o filme te emociona logo de início não se esquecendo de canções que não saem de nossos corações e te faz cantar junto e relembrar tudo antes dali, os brinquedos agora são de Bonnie e claro ela é uma parte especial da história mas o enredo não gira em torno dela e sim dos próprios brinquedos e suas decisões.



Bom avisando desde já que fiquem atentos logo no início do filme pois haverão muitos easter eggs e um deles achei mais interessante do que os outros pois mostra que o universo da Pixar não fica parado no tempo e algumas coisas mudam mas claro sem perder seu toque de genialidade, dentro da história também temos vários outros personagens novos como Garfinho que agora é novo amigo de Bonnie feito por ela mesmo no jardim de infância, cabe a Woody agora ensinar seu propósito com Bonnie e ensiná-lo o quanto ele é especial para ela.






Em meio a isso tudo há várias mudanças de situações e a história flui naturalmente te fazendo rir e chorar como em uma montanha russa de emoções tanto como crianças ou adultos, mas aí é que está uma jogada de mestre que comparei a uma série antiga que todos conhecemos que é Chaves, já parou para pensar que quando mais novo você ria das piadas e quando mais velho ao assistir novamente você entendeu diferente ou o que realmente estavam falando? pois é isso que acontece em Toy Story 4 o filme faz com que a história e personagens sejam de uma forma para as crianças como se fosse algo mais suave e para os adultos traz dilemas sobre a nossa vida.


Ficou estranho pensar na vida com uma animação? mas calma que não é algo tão complexo e sim mostra como pessoas e lugares vem e vão e que nem tudo o que planejamos dá certo ou até que pode ocorrer o contrário do que pensamos e acabar sendo até a nossa felicidade, é meus amigos este filme vai te fazer pensar em várias coisas e uma delas que me fez pensar foi que as vezes devemos parar e pensar um pouco em nós mesmos e procurar a nossa felicidade ao invés de só se preocupar com os outros, #ficadica.

Toy Story 4 foi bem profundo e mostra varias situações que se pararmos para pensar podemos nos por no lugar de alguns brinquedos, pois alguns dos problemas ali mostrados que eles enfrentam podem se encaixar perfeitamente com problemas nossos do dia a dia ou da vida em si, a Pixar realmente se supera cada vez mais, falas, músicas, cenários, tudo se encaixando perfeitamente e mostrando que se você assistir ao filme mais de uma vez você ainda se surpreenderá com que verá.


Neste filme alguns personagens tiveram bem menos foco outros já se transformaram em protagonista principal, claro se encaixando com enredo da história, a comédia está muito presente também mas uma carga dramática foi posta de uma maneira tão suave que você não vai achá-la tão pesada para uma animação, o filme parece encerrar toda trajetória dos brinquedos, mas deixa uma brecha para uma continuação caso queiram e até uma série quem sabe, as dublagens continuam perfeitas também com Marco Ribeiro e Guilherme Briggs nos papéis de Woody e Buzz claro que todos os outros dubladores estão de parabéns, sem dúvida é um dos meus filmes preferidos que tem as minhas canções favoritas também e como na época eu assisti dublado, não dá para assistir este filme com o som original, não que seja ruim claro que não, mas isso tem ainda um bom gosto de nostalgia para mim com as vozes e canções em português.


Recomendo este filme demais principalmente se você for adulto e já tiver assistido aos outros filmes e se você tiver filhos melhor ainda pois podem curtir junto com você mais este filme da Pixar, minha nota para o filme é 10 pois ele mexe com você de uma forma que acaba te conquistando de várias outras formas, caso vá assistir no cinema leve seus lencinhos pois vai precisar, a história vai mostrar a você que tudo tem um fim, mas nem todo fim tem de ser ruim.






2 comentários: