terça-feira, 2 de julho de 2019

CONHEÇA SPACE PIRATE TRAINER, NOVA TECNOLOGIA COM NOSTALGIA

Mais um game que promete diversão utilizando o VR e misturando uma certa nostalgia em seu visual, prepare-se para muitos tiros e um visual retro futurista.

Depois de Beat Saber que achei o máximo misturando músicas com golpes de sabre de luz, neste game você irá ser um Pirata Espacial e irá se sentir o Senhor das Estrelas, atirando nos inimigos que não irão dar chance a você de sobreviver, neste game seu objetivo é simples basta sobreviver e para isso você terá de atirar nos inimigos e se desviar dos tiros ou dos próprios inimigos que irão tentar destruí-lo.


No game você terá uma arma que pode ser trocada com outras que no total serão 6 tipos diferentes que poderá usar cada uma com sua característica e um bastão que além de ser um escudo é uma espécie de chicote que além de poder laçar alguns inimigos e segurá-los ainda pode recochetear alguns tiros, tudo isso em um frenesi de tiros e luzes neons a sua volta.


O game é dividido em Waves (Ondas) onde as 5 primeiras são como um tutorial e logo em seguida os robôs partem para cima de você, dentro do game ainda existem 4 modos que são Arcade, onde se tem 3 vidas e pode se fazer os slowdowns (deixar um período de tempo em câmera lenta), depois temos o modo Hardcore onde se tem as 3 vidas mas sem os slowdowns, depois deste temos o Explorer onde você tem a regeneração de vida que o ajuda muito e o último modo que é o clássico onde os tiros inimigos ficam mais lentos e aí torna fácil se desviar, confira o trailer abaixo.



Mesmo que o game seja de 2016 o que não parece, vale muito a pena dar uma conferida, a empresa que foi responsável por ele é a I-Illusions e o game teve seu lançamento para Steam VR, Windows Mixed Reality, PlayStation VR, Oculus Rift / Rift S / Quest, você pode conferir mais informações no SITE OFICIAL e até verificar o Leaderborad para saber sua pontuação assim como nos antigos arcades, então não deixe de conferir este game que vale muito a pena pela diversão.




Nenhum comentário:

Postar um comentário